Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 07/07/2023 14:39 - Atualizada em: 08/07/2023 19:33
Neste sábado é o aniversário de um dos mais idosos moradores de Lavras: José Roza dos Santos comemorará 105 anos
Ele é morador da Vila Alzira, onde é muito conhecido e querido por todos, no bairro ele é chamado de Vovô Roza

José Roza, de 105 anos, ao lado de um de seus filhos, o José Rosa Filho, de 81 anos

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
   

Em 8 de julho de 1918, há 105 anos, o mundo vivia um conflito que aconteceu entre julho 1914 a novembro de 1918, que foi a Primeira Guerra Mundial. Como se não bastasse o conflito que convulsionou o mundo, em fevereiro de 1918 uma pandemia espalhava o terror no mundo e que aqui chegou e matou milhares: a Gripe Espanhola. Em 1918 era presidente do Brasil Venceslau Brás, que comandou a nação de 1914 a 15 de novembro de 1918 e quem governava Minas Gerais era Delfim Moreira, a capital federal era o Rio de Janeiro.

Ainda em 1918, no dia 8 de julho, há 105 anos, num pequeno lugarejo conhecido como Bananal, próximo a Capelinha, município de São Tiago, cidade próxima a Bom Sucesso, nascia um menino que foi batizado e registrado com o nome de José Roza dos Santos.

Nestes 105 anos, o mundo viveu mais um conflito mundial, a Segunda Grande Guerra Mundial, entre primeiro de setembro de 1939 a 2 de setembro de 1945. Neste período, também testemunhamos outra pandemia, a do novo coronavírus. Nestes 105 anos o mundo viveu transformações, a Ciência avançou, o homem foi a Lua, testemunhamos outros conflitos e 31 pessoas comandaram o país, hoje o presidente do Brasil é Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de Minas é Romeu Zema. A capital federal deixou de ser o Rio de Janeiro e foi transferida, em 1960, para o Planalto Central: Brasília.

E aquele menino que nasceu no dia 8 de julho, o José Roza dos Santos? Pois é, ele vai comemorar amanhã, juntamente com sua família, o seu aniversário de 105 anos, com muita vitalidade, simpatia e muita disposição.

José Roza deixou São Tiago e veio morar em Lavras na Vila Alzira, em 1965, ele conta que na época, naquele bairro havia apenas três casas.

Ele trabalhou como servente de pedreiro e foi casado com dona Filomena Cândida da Silva, que faleceu em 2010 com 90 anos. José Roza tem 11 filhos, 49 netos, 63 bisnetos, 28 trinetos e 6 tataranetos. Os seis tataranetos são a sua quinta geração. O seu filho mais velho tem 83 anos. Os filhos são pessoas conhecidas em Lavras, são eles: Alceu, José Rosa, Celina, Marina (falecida), Maria, Flávio, Edson, Hélio (falecido), Olívia, Roseli e Jandir.

A sua rotina de vida contraria a ciência. Ele dorme por volta de 23h, acorda às 6h, toma três doses de cachaça todos os dias, fuma cachimbo desde os 11 anos e não toma nenhum medicamento. Questionado se ele sente alguma coisa, o senhor de 105 anos fala com cara de preocupado: "de vez em quando tenho uma dorzinha de barriga, aí eu tomo um chá de funcho e a dor acaba". Perguntado sobre sua dieta diária, José Roza respondeu: "o que colocar no prato".

Os familiares o levam para consulta médica e para fazer exames de seis em seis meses e, segundo o seu filho José Rosa Filho, de 81 anos, quando termina a consulta, os médicos não precisam receitar nada, eles riem e falam que a saúde dele está perfeita e se limitam apenas a dar alguns conselhos como: manter-se agasalhado, evitar exposição ao sereno e outros.

Ele gosta muito de assistir televisão, assiste novelas, Jornal Nacional e todos os jogos que forem televisionados, de qualquer time, apesar de ser torcedor do Botafogo e do Cruzeiro, e acompanha atento a Copa do Brasil. Quando acaba o Jornal Nacional ele vai jantar. José Roza é extremamente lúcido, alegre e gosta de falar e mostrar sua horta, onde ele cultiva verduras variadas. Ele acorda às 6h da manhã, faz o seu café, depois vai cuidar da horta.

Ele gosta de dar umas voltas pelo bairro, vai a padaria comprar pães e passa num bar para conversar com amigos, às vezes, toma uma cachacinha no bar, mas a que ele gosta mesmo fica em casa. Ele é muito conhecido e principalmente muito querido no bairro Vila Alzira.

De quinze em quinze dias a família se reúne na casa dele para fazer um churrasco ou almoçar com ele. Os filhos e noras que fazem as refeições do senhor José Roza e na cabeceira de sua cama tem uma campainha que se acionada, em caso de emergência, ela toca na casa de um neto.

Hoje, sexta-feira, dia 7, véspera do aniversário do José Roza dos Santos, a família e ele vão participar de uma missa de Ação de Graças que será celebrada às 19h na igreja Sagrada Família. José Roza é muito católico e homem de muita fé em Deus.

Talvez seja esta a razão de sua longevidade: alegria, simpatia, atividade constante, amor a Deus e o carinho que recebe de todos da família.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 


 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br  - 只需点击一下即可获取信息
拉夫拉斯/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram:@jornaldelavras 
推特:twitter.com/jlavras 
脸书: www.facebook.com/jornaldelavras