Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 06/06/2023 14:20 - Atualizada em: 06/06/2023 18:09
Polícia Federal realiza operação em grupo Saritur por suspeita de sonegação; Autotrans faz parte do grupo
A operação é denominada Ponto Final

Ônibus da Autotrans e Saritur, que ainda fazem parte do grupo dos irmãos Lessa a Turilessa

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
 

Na manhã desta terça-feira, dia 6, a Polícia Federal e a Receita Federal realizaram uma operação numa garagem da empresa Saritur, no Jardim Montanhês, em Belo Horizonte, a empresa pertence aos irmãos Lessa, que são proprietários de diversas empresas de ônibus coletivos pelo interior do estado, inclusive Lavras. Os irmãos Lessa são proprietários da Saritur, Autotrans e Turilessa.

A empresa de transporte por ônibus Saritur é alvo de operação contra fraudes no pagamento da dívida tributária. A operação cumpriu 22 mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte, Brumadinho, Montes Claros, Nova Lima e Sabará. Atuaram nesta operação, 43 integrantes da Receita Federal e 95 policiais federais.

De acordo com a operação denominada "Ponto Final", a dívida de impostos e contribuições sociais federais do grupo Saritur para com a União, inscrita em Dívida Ativa ou no âmbito da RFB, é de quase R$ 1 bilhão.

A empresa é suspeita de fraudar pagamentos da dívida tributária e blindar o patrimônio de seus proprietários.

Os sócios do grupo empresarial, que são da mesma família, poderão responder judicialmente pelos crimes de apropriação indébita previdenciária, sonegação de contribuição previdenciária, fraude à execução, contra a ordem tributária, lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores e organização criminosa, cujas penas máximas somadas chegam a 18 anos de prisão.

A Saritur manifestou através de nota e, segundo a empresa, "Sobre a Operação Ponto Final, deflagrada hoje pela Polícia Federal, esclarecemos que não há, nem nunca houve, qualquer fraude contra a Previdência Social ou a Ordem Tributária. Os impostos e contribuições devidos sempre foram fielmente declarados à Receita Federal". Ainda de acordo com a nota, "a inadimplência do pagamento - decorrente da crise financeira geral do setor econômico de transporte de passageiros (iniciada em 2013 e agravada pela pandemia de Covid-19) - já teve seu valor apurado e foi transacionado com a Receita Federal. Os pagamentos estão rigorosamente em dia".

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 


 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br  - 只需点击一下即可获取信息
拉夫拉斯/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram:@jornaldelavras 
推特:twitter.com/jlavras 
脸书: www.facebook.com/jornaldelavras