Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 20/05/2023 18:34 - Atualizada em: 21/05/2023 18:40
Dia Nacional da Luta Antimanicomial foi comemorado na quinta-feira, dia 18
A luta por melhores condições humanitárias no tratamento de pessoas com transtornos mentais se iniciou nos anos 70

 

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
   

Por: Leonardo Assad - Jornalista

Na quinta-feira, dia 18, foi celebrado o Dia Nacional da Luta Antimanicomial com o tema "Plantando a esperança, reflorestando o amanhã. Pessoas são para dar frutos doces e tantans". Muitas ações foram realizadas no Brasil inteiro, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do avanço no tratamento humanitário daqueles que sofrem algum tipo de transtorno mental. Os pacientes do CAPS II e CAPS AD puderam desfrutar de um lanche, realizar atividade física e houve também distribuição de mudas de plantas frutíferas.

Lavras conta com o Centro de Atenção Psicossocial - CAPS II desde 2004, recebendo pacientes com transtornos mentais graves e severos; o CAPS AD para os dependentes de álcool e drogas; além de uma residência terapêutica.

"Hoje Lavras conta com residência terapêutica que são pacientes que vieram de manicômios, que viviam totalmente longe das famílias e viviam dentro dos hospitais. Quando começou a fechar os hospitais, encaminharam esses pacientes. Lavras conta com esse serviço de residência terapêutica onde eles vivem. É uma casa onde eles são acolhidos, eles têm todos os cuidados", disse a Assessora em Saúde Mental, Ana Maria Flores Costa.

A luta por melhores condições humanitárias no tratamento de pessoas com transtornos mentais se iniciou nos anos 70, mas o 18 de maio ficou estabelecido como data comemorativa em razão do Encontro dos Trabalhadores da Saúde Mental que ocorreu em Bauru (SP) em 1987. Denúncias de violações, abusos cometidos dentro dos manicômios e condições precárias de trabalho eram comuns naquele período. Em 2001 foi sancionada a Lei 10.216, promovendo o fechamento gradual dos manicômios e a ampliação de uma rede comunitária que proporcionasse um tratamento humanizado.

"Esse paciente vai ser tratado de forma humanizada, em liberdade, podendo frequentar os lugares que ele gosta de frequentar, podendo exercer sua cidadania", disse a psicóloga Viviane Maria Oliveira.

A entrada no CAPS pode ser via encaminhamento do PSF ou indo diretamente na sede localizada na avenida Pedro Salles, n° 65, próximo à praça Dr. José Esteves, a Praça da Estação. Lá o paciente será recebido por um psicólogo que irá lhe passar as devidas orientações. O telefone para agendamento é (35) 3694-4083.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 


 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br  - 只需点击一下即可获取信息
拉夫拉斯/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram:@jornaldelavras 
推特:twitter.com/jlavras 
脸书: www.facebook.com/jornaldelavras