Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 03/05/2023 14:34 - Atualizada em: 03/05/2023 23:06
STF julga denúncias contra mais 250 pessoas referentes aos atos de 8 de janeiro, dez delas são do Sul de Minas
Eles foram presos na capital federal em decorrência dos atos de 8 de janeiro

Atos em Brasília, no dia 8 de janeiro

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
 

Teve início hoje, quarta-feira, dia 3, o julgamento de mais 250 pessoas denunciadas por suspeita de participação nos atos  de 8 de janeiro em Brasília, o julgamento está sendo realizado pelos ministros do Superior Tribunal Federal (STF).

Este é o terceiro grupo de investigados que terão seus casos avaliados pelo STF. Se as denúncias forem aceitas, sobe para 550 acusados de participação nos atos e todos se tornam réus.

Entre os denunciados, dez são moradores do Sul de Minas. Eles foram presos em Brasília durante os atos e tiveram as prisões convertidas de provisória para preventivas pelo STF, mas foram liberados posteriormente mediante medidas cautelares.

Os dez denunciados do Sul de Minas são: Frankin Guerra Lamoglia, Gilcemar Faria de Oliveira e Francismar Aparecido da Silva, todos de Itajubá; Ana Paula Favero de Oliveira, Claudete Aparecida Tristão, Cláudio da Silva, Elias Alves da Silva e Fabiana Sanches do Prado, todos de Poços de Caldas; Alexsandra Aparecida da Silva, da cidade de Fama; e Gustavo Henrique Gerônimo de Assis Silva, de Passos.

Na segunda leva de denunciados, quando 200 pessoas foram julgadas, um morador do Sul de Minas virou réu, trata-se de Valdinei Marçal Brandão, da cidade de Bueno Brandão.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 


 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br  - 只需点击一下即可获取信息
拉夫拉斯/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram:@jornaldelavras 
推特:twitter.com/jlavras 
脸书: www.facebook.com/jornaldelavras