Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 29/05/2022 14:01 - Atualizada em: 30/05/2022 11:03
Fogueira de Ingaí, tradição com mais de 90 anos, já está sendo montada
Ingaí já começou a montar a sua tradicional fogueira, uma das maiores do Brasil, que tem o tamanho de um prédio de cerca de 10 andares

Turistas vão para Ingaí nesta época para acompanhar a queima de uma das maiores fogueiras do Brasil. Fotos: João Luís Nogueira

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
   
 

Junho é o mês das festas juninas, da dança de quadrilha, das comidas e bebidas típicas e das fogueiras. Porém, vale lembrar que isso pode mudar de região para região. Além disso, outros elementos importantes da festa são o mastro e a tradicional fogueira de São João.

As festas mais tradicionais do país são as festas do Nordeste e Norte, como São João de Caruaru, em Pernambuco, a Mossoró Cidade Junina, no Rio Grande do Norte, o Bumba-meu-boi de São Luís, do Maranhão e a festa de São João de Campina Grande, na Paraíba.

As comemorações são diferentes de região para região, mas um ponto elas tem em comum: a fogueira. E quando se fala em fogueira, a primeira lembrança que vem a mente é a fogueira de Ingaí, uma das maiores do Brasil.

Na época da queima da fogueira aquela cidade recebe milhares de turistas de todos os cantos de Minas e do Brasil para ver a queima e assistir aos shows promovidos pela prefeitura da cidade. A festa movimenta a economia de Ingaí.

A festa é tradicional, ela tem 91 anos, a data começou a ser comemorada no dia 20 de outubro de 1931. A principal atração é a fogueira que tem mais de 30 metros de altura e que é acessa no dia de São João no Parque de Eventos.
Segundo os historiadores da cidade, na década de 30, uma tempestade de raios desabou sobre a pequena Ingaí, muitas casas foram atingidas e também a torre da igreja daquela cidade. Assustados, os moradores da cidade fizeram uma promessa a São João: reconstruíam a torre da igreja e fariam uma fogueira todos os anos, para que nunca mais caísse sobre a cidade uma tempestade como aquela.

A cada ano a fogueira cresce em altura. Em 2011 ela tinha 23 metros e chegou num ponto que ela parou de crescer por questão de segurança e também por questão de logística. Ela tem como base 4 toras de eucaliptos e a lenha e toda mão de obra ficam por conta da prefeitura. A fogueira é queimada apenas em uma noite e posteriormente a população pode levar o carvão para casa. A brasa fica no local durante cerca de 15 dias.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras