Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 16/05/2022 17:58 - Atualizada em: 16/05/2022 21:31
Cafés adulterados estão com os dias contados: Ministério da Agricultura vai investir contra adulteradores
As marcas de cafés adulterados vão desaparecer das prateleira dos supermercados, ficarão apenas os cafés puros

O brasileiro finalmente vai poder beber um cafezinho puro a partir do próximo ano, o Ministério da Agricultura promete acabar com as marcas de cafés adulterados

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
   

Uma pesquisa realizada em abril pelo Journal of Food Sciences revela quais são os alimentos mais suscetíveis à adulteração. Ou seja, aqueles que têm sido privados, parcial ou totalmente, de seus elementos úteis ou característicos. Foram sete alimentos apontados pela pesquisa, são eles: o açafrão, o azeite, o mel, o leite, o suco de maçã, o suco de laranja e o campeão dos alimentos mais adulterados: o café.

A bebida queridinha dos brasileiros pode vir misturada com milho, cevada e centeio em quantidade tão grande que quase fazem às vezes de cereal matinal. Algumas marcas adicionam fubá e caramelo, aparentemente visando atrair os consumidores que gostam de doce. Outras ainda chegam ao ponto de conter madeira e casca de árvores e, acreditem: até sangue de boi.

A adulteração do café está com os dias contados, isso porque o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai, a partir do próximo ano, normatizar a produção de café no Brasil.

Os consumidores, quando forem aos supermercados comprar café, deverão ter mais garantias de pureza e ela estará impressa nas informações complementares sobre o tipo de grão, ponto de torra e moagem. Essas são algumas das mudanças que surgiram com a nova Portaria SDA 570 do Mapa assinado no dia 10 deste mês de maio e publicada no dia seguinte no Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com a portaria, um padrão oficial de classificação do café torrado foi determinado por requisitos de identidade e qualidade, amostragem, modo de apresentação e a marcação da rotulagem. A proibição de venda também está prevista caso um café seja considerado impróprio para o consumo humano. Isso acontece se o produto apresentar mau estado de conservação, odor estranho, teor de impureza acima de 1% e elementos considerados diferentes na composição.

Até o café descafeinado precisará apresentar teor de cafeína abaixo de 0,1% para que não seja classificado como "fora do tipo". O Mapa fiscalizará todo o trajeto do café desde a fábrica até os pontos de venda.

A portaria que estabelece o regulamento técnico do café torrado no Brasil entra em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2023.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras