Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 06/04/2022 09:08 - Atualizada em: 06/04/2022 14:09
HVM realiza primeiro implante de modelo de Marcapasso Fisiológico em Minas Gerais
Já é de conhecimento público que o Hospital Vaz Monteiro é uma das referências em tratamento cardíaco avançado entre cidades do interior de Minas Gerais

Equipamentos de última geração fazem parte da estrutura do setor de cardiologia do Hospital Vaz Monteiro

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481

Confirmando essa vocação, há poucos dias o Departamento de Cardiologia do hospital realizou procedimentos múltiplos em 13 pacientes com arritmias graves, como Estudo Eletrofisiológico com Ablação de Arritmias (Ventriculares, Supraventriculares e Fibrilação Atrial) e implantes de dispositivos de controle e correção de ritmo, sendo o CDI (cardiodesfibrilador implantável), e ainda, o Marcapasso Hissiano.

Sob coordenação do cardiologista Marcos Cherem, médico assistente dos pacientes, a equipe formada pelo hemodinamicista Dirceu Dias Barbosa Sobrinho, pelos arritmologistas Ricardo Ferreira, Eduardo Rocha Barouche e Leonardo Figueiredo de Abreu e anestesistas Márcio Sérgio Carvalho Silva e Victor Gonçalves Bahia Júnior, completaram com sucesso os procedimentos diagnósticos e terapêuticos, minimamente invasivos, com tecnologia da americana Abbott e da alemã Biotronik.

"São pacientes de diferentes idades, mas nos quais a persistência de arritmias cardíacas poderia, nos diferentes casos, aumentar riscos de AVC (derrame), desmaios, convulsões e até morte súbita" explica Marcos Cherem.

Entre as arritmias passíveis de tratamento no Vaz Monteiro está a Fibrilação Atrial. Trata-se de arritmia cardíaca mais frequente na população em geral, responsável por aproximadamente 30% de todas as internações hospitalares por arritmia, podendo causar sintomas como palpitações, fadiga, desconforto no peito.

Pessoas com Fibrilação Atrial são cinco a sete vezes mais propensas a formar coágulos de sangue no interior do coração. O deslocamento desses coágulos pelo sistema cardíaco causa a obstrução do fluxo de sangue (embolia arterial), levando ao Acidente Vascular Cerebral (AVC) com riscos à vida ou de instalação de sequelas por vezes irreversíveis.

Outra patologia de altíssimo risco tratada no hospital são as Taquicardias Ventriculares sustentadas (TV), que aumentam a possibilidade de morte súbita ou Fibrilação Ventricular (FV), ainda mais fatal. Nesse caso, o Vaz Monteiro implanta Cardiodesfibrilador Implantável (CDI), que, no caso de arritmia que traga riscos à vida do paciente, permite o uso de medicamentos antiarrítmicos com maior segurança e, caso seja necessário, libera cargas elétricas controladas diretamente no coração, visando corrigir o ritmo imediatamente.

Entre os implantes realizados no HVM está o do marcapasso fisiológico Hissiano Enitra 8 DR-T, utilizado pela primeira vez em Minas Gerais. Trata-se de aparelho produzido pela alemã Biotronik que controla o ritmo cardíaco de maneira mais fisiológica, com preservação das contrações de maneira próxima ao natural, evitando piora progressiva da capacidade de "bombeamento" dos ventrículos direito e esquerdo.

Todos os marcapassos Biotronik podem ser associados ainda ao aparelho Cardiomessenger, parecido com um smartphone, permitindo que paciente transmita de sua residência, via mensagem ou e-mail, sem fios, em tempo real, relatórios para o médico responsável sobre o seu funcionamento e carga do gerador. E ainda, pode enviar alerta e se o paciente está ou não tendo arritmias cardíacas. "Isso permite que nós, cardiologistas, possamos acompanhar e se for possível chamar os pacientes para correções eventuais do tratamento, com menores riscos de complicações" explica Marcos Cherem.

Todos os pacientes receberam alta no mesmo dia ou no máximo 24 horas depois das intervenções.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

"Brincadeira" que poderia ter terminado em tragédia deixa moradores de Nepomuceno indignados - veja vídeo
Carreta "cebolão" tomba na BR-265, no perímetro urbano de Lavras
Arma furtada na zona rural de Lavras foi apreendida pela PM de Perdões
Lavrense será empossado na Academia Brasileira Rotária de Letras
Documentário produzido em Lavras está concorrendo no Festival Sarancine - assista e vote
Lavras poderá ganhar um campus do IFSULDEMINAS
Novo "lixão" começa a surgir em Lavras e já está até invadindo pista do anel viário - veja fotos
Um porco-espinho foi flagrado em rua da área central de Lavras - veja vídeo
Homem e mulher foram presos no Sul de Minas após divulgarem blitz em aplicativo de mensagem
Saúde enfrenta crise por falta de remédios básicos. Rede pública e privada de Lavras estão sendo afetadas

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras