Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 06/03/2022 15:04 - Atualizada em: 06/03/2022 22:17
Igreja avança no processo de beatificação de Irmã Benigna e Monsenhor Domingos
O Vaticano reconheceu as virtudes de Irmã Benigna, que viveu a maior parte de sua vida religiosa em Lavras

Irmã Benigna e Monsenhor Domingos Pinheiro

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481

Fiéis celebraram ontem, sábado, dia 5, com o arcebispo metropolitano, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, a conclusão de novas etapas dos processos de beatificação dos evangelizadores mineiros monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro que nasceu no município de Caetés em 1843 e foi um dos guardiões do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas, e de Maria da Conceição Santos, a irmã Benigna, que nasceu em Diamantina em 1907 e que viveu a maior parte de sua vida religiosa em Lavras.

A celebração foi no Recanto Monsenhor Domingos, perto do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, seguido de uma missa em ação de graça.

O Papa Francisco, recentemente, reconheceu as ações de Irmã Benigna, um passo importante rumo ao processo de beatificação. De acordo com Dom Walmor, "Monsenhor Domingos Evangelista Pinheiro e Irmã Benigna Victima de Jesus devem inspirar este mundo marcado por guerras e disputas, quando há urgência de uma profunda mudança de hábitos", disse.

Irmã Benigna nasceu em Diamantina, no dia 16 de agosto de 1907 com o nome de Maria da Conceição Santos, fez seus votos perpétuo em 6 de janeiro de 1941. Em 1955 veio para o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, em Lavras, onde morou por cinco anos, saindo em 1960 para Sabará, Itaúna e Lambari, regressando em 1966 e permanecendo em Lavras até sua morte em 1981. Irmã Benigna morreu quando passeava em Belo Horizonte.Seu processo diocesano de beatificação foi aberto em 15 de outubro de 2011 e, atualmente, encontra-se no Vaticano.

Monsenhor Domingos Pinheiro, Evangelista da Piedade, nasceu em Caeté, no dia 21 de julho de 1843, e dedicou sua vida ao cuidado com os pobres e à evangelização. O seu legado permanece vivo, no trabalho missionário das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade, Congregação que fundou. Ele faleceu em 6 de março de 1924.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

"Brincadeira" que poderia ter terminado em tragédia deixa moradores de Nepomuceno indignados - veja vídeo
Carreta "cebolão" tomba na BR-265, no perímetro urbano de Lavras
Arma furtada na zona rural de Lavras foi apreendida pela PM de Perdões
Lavrense será empossado na Academia Brasileira Rotária de Letras
Documentário produzido em Lavras está concorrendo no Festival Sarancine - assista e vote
Lavras poderá ganhar um campus do IFSULDEMINAS
Novo "lixão" começa a surgir em Lavras e já está até invadindo pista do anel viário - veja fotos
Um porco-espinho foi flagrado em rua da área central de Lavras - veja vídeo
Homem e mulher foram presos no Sul de Minas após divulgarem blitz em aplicativo de mensagem
Saúde enfrenta crise por falta de remédios básicos. Rede pública e privada de Lavras estão sendo afetadas

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras