Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 04/02/2022 18:01 - Atualizada em: 04/02/2022 21:48
Leito de ferrovia desativada está trazendo problemas para moradores de bairro de Lavras - veja fotos
Mato e lixo do leito da estrada de ferro desativada são problemas para moradores do bairro Belvedere

Rua não tem passeio e o mato avança, os pedestres são obrigados a andarem no meio da via, se expondo ao perigo

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
 

Os moradores do bairro Belvedere estão enfrentando um problema. Uma boa parte do bairro é cortada pela linha férrea que está desativada há anos e não existe previsão que ela algum dia volte a operar. O antigo leito ferroviário se transformou num matagal e esconderijo de marginais, se transformou num ponto de uso e venda de drogas.

Os moradores do bairro enfrentam dois problemas: o abandono da concessionária do trecho, a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) VLI e da Prefeitura de Lavras, ninguém toma uma iniciativa para manter pelo menos limpa as imediações do bairro. Na prefeitura alegam que é um problema da FCA, por outro lado a concessionária do trecho ignora a existência dos moradores.

Os moradores estão tendo de conviver com animais peçonhentos, com desbarrancamento e consequente comprometimento da rua, que tem inúmeras rachaduras, comprometendo a qualidade do asfalto. Os problemas se agravam com a chegada do inverno, da seca, quando são frequentes as queimadas. Os moradores são obrigados a conviver com a fumaça, fuligem, aranhas, cobras, ratos e outros animais que são espantados pelo fogo.

Os moradores ainda enfrentam um problema sério: algumas pessoas desavisadas jogam lixo no meio do mato e ele fica camuflado na vegetação e com as chuvas, se transformam em criadouros de mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Para agravar a situação, o cenário de abandono por parte do poder publico tem encorajado dependentes químicos de ficarem na linha e na avenida Roma próximo da passagem para a avenida Sylvio Menicucci. Importante ressaltar que os dependentes chegaram a montar acampamento próximo a linha, encorajados pela fácil fuga e possibilidade esconder-se de investidas das forças de segurança. Já teve registros no local de roubos e até tentativa de estupro.

Os moradores do bairro querem uma solução para esta situação e pedem aos poderes Legislativo e Executivo que intercedam junto a FCA VLI para que o trecho seja limpo ou então, que os poderes possam reivindicar o trecho para o município, para que o leito desativado da ferrovia se transforme numa avenida, o que seria muito bom para a mobilidade urbana, a exemplo de Três Corações, que asfaltou o leito ferroviário, colocando um fim ao problema que também afligia os moradores daquela cidade.
 

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

"Brincadeira" que poderia ter terminado em tragédia deixa moradores de Nepomuceno indignados - veja vídeo
Carreta "cebolão" tomba na BR-265, no perímetro urbano de Lavras
Arma furtada na zona rural de Lavras foi apreendida pela PM de Perdões
Lavrense será empossado na Academia Brasileira Rotária de Letras
Documentário produzido em Lavras está concorrendo no Festival Sarancine - assista e vote
Lavras poderá ganhar um campus do IFSULDEMINAS
Novo "lixão" começa a surgir em Lavras e já está até invadindo pista do anel viário - veja fotos
Um porco-espinho foi flagrado em rua da área central de Lavras - veja vídeo
Homem e mulher foram presos no Sul de Minas após divulgarem blitz em aplicativo de mensagem
Saúde enfrenta crise por falta de remédios básicos. Rede pública e privada de Lavras estão sendo afetadas
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras