Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 03/02/2022 12:44 - Atualizada em: 03/02/2022 16:44
Após denúncia de maus-tratos a animais no pátio da Prefeitura, justiça determina medidas
O Ministério Público e a justiça determinaram que a prefeitura tome medidas de manejo populacional de cães e gatos

Prefeitura de Lavras, onde alguns cães vivem há anos no pátio

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
 

A vereadora Daiana Garcia, a Daia Protetora, denunciou em suas redes sociais que cães que habitam o pátio da Prefeitura de Lavras estavam correndo risco de morrerem de fome ou até mesmo serem mortos. Os cães habitam aquele espaço há muitos anos, eles são alimentados por servidores com restos de marmitas e com ração que é doada pela vereadora.

Agora, segundo denúncias, uma ordem superior proibiu a alientação dos cães naquele local. Vale ressaltar que a presença de cães naquele espaço vem de diversas administrações passadas. Lembrando também que um episódio  praticamente destruiu a reputação de uma grande rede de supermercados por envolver maus-tratos e morte de cão em uma de suas lojas em São Paulo.

Após esta denúncia da vereadora Daia, o Ministério Público e a justiça determinaram que a prefeitura tome medidas de manejo populacional de cães e gatos.

Na decisão da justiça, o município não pode promover o extermínio de cães e gatos para fins de controle populacional, além de promover a esterilização gratuita de, no mínimo, 10% da população de cães e gatos da localidade por ano, o que representa cerca de 1.773 cães e 569 gatos, em mutirões trimestrais. Para isso, deverá utilizar técnica cirúrgica que cause o menor sofrimento aos animais, de maneira ética, com insensibilização, de modo que não se exponha o animal a estresse e a atos de crueldade, abuso ou maus-tratos.

Também foi determinado à Administração Municipal que observe, no recolhimento de cães e gatos, os procedimentos mínimos de manejo, de transporte e de guarda que assegurem o bem-estar do animal, definidos na Lei 13.426/2017 e na Lei Estadual 21.970/2016. Cães e gatos recolhidos por órgãos ou entidades públicas também não poderão ser entregues para a realização de pesquisa científica ou apresentação em evento de entretenimento. Além disso, o município deverá apresentar relatórios trimestrais que comprovem os números de esterilizações de cães e gatos.

A decisão é fruto de um Inquérito Civil Público instaurado pela Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente de Lavras para apurar a omissão do município no controle da população de cães e gatos, responsável por causar graves problemas ambientais, especialmente por ofensas aos animais domésticos. Segundo a Promotoria, a Administração municipal foi convidada para aderir ao Programa Regional em Defesa Vida (Prodevida), que oferta apoio e estruturação aos serviços públicos encarregados da execução das ações de controle populacional de cães e gatos, mediante participação gratuita, mas recusou o convite.

De acordo com Parecer Técnico apresentado pelo MPMG, há, no município de Lavras, um cão ou gato, domiciliado ou não, para cada 4,5 habitantes, número superior ao apresentado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que, para os países emergentes, estabelece a proporção média de um cão para cada 10 humanos e, em relação aos felinos, considerava-se o total de 20% da população canina estimada.

Conforme a ACP, o descontrole dessa população de animais oferece riscos à saúde pública, já que podem ser disseminadas zoonoses importantes, como raiva e leishmaniose por cães, e a esporotricose por gatos. Entre os anos de 2017 e 2019, por exemplo, o município de Lavras registrou oito casos de Leishmaniose Visceral Humana e 143 cães reagentes no teste de triagem (TR DPP). Além disso, no período de um ano, entre os meses de junho de 2019 e 2020, foram registrados 41 casos de esporotricose em felinos, tendo os animais sido sacrificados em função do diagnóstico.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

"Brincadeira" que poderia ter terminado em tragédia deixa moradores de Nepomuceno indignados - veja vídeo
Carreta "cebolão" tomba na BR-265, no perímetro urbano de Lavras
Arma furtada na zona rural de Lavras foi apreendida pela PM de Perdões
Lavrense será empossado na Academia Brasileira Rotária de Letras
Documentário produzido em Lavras está concorrendo no Festival Sarancine - assista e vote
Lavras poderá ganhar um campus do IFSULDEMINAS
Novo "lixão" começa a surgir em Lavras e já está até invadindo pista do anel viário - veja fotos
Um porco-espinho foi flagrado em rua da área central de Lavras - veja vídeo
Homem e mulher foram presos no Sul de Minas após divulgarem blitz em aplicativo de mensagem
Saúde enfrenta crise por falta de remédios básicos. Rede pública e privada de Lavras estão sendo afetadas
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras