Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Matéria Jornalística /


Publicada em: 27/11/2021 09:30 - Atualizada em: 27/11/2021 13:45
História de Lavras: frase em Latim volta a estampar a fachada da Santa Casa
Frase em Latim que estampou a fachada do primeiro prédio da Santa Casa de Lavras, depois reproduzida em 1962 em concreto foi recolocada na tarde de ontem na moderna estrutura física

Frase que acompanha a história da Santa Casa desde 1880

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481

Por: Eduardo Cicarelli

O primeiro prédio da Santa Casa de Misericórdia foi inaugurado 13 anos depois da instalação da Irmandade de Nossa Senhora das Dores. Com muita alegria e festa, foi inaugurado no dia 8 de setembro de 1880 o prédio da Santa Casa de Misericórdia de Lavras, que tinha na fachada escrito a frase em Latim: "Noli Laetari Nisi Quum Benefeceris".

Na ata de fundação daquela instituição filantrópica consta que no dia 14 de agosto de 1865 o bispo de Mariana Dom Antônio Ferreira Viçoso concede provisão de compromisso e criação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia da Vila de Lavras. A provisão da criação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia da Vila de Lavras, encontra-se registrada a folha 148 do Livro de Registro Geral do Bispado de Mariana, em 14 de agosto de 1865, sendo escrivão de Registro Geral o padre Ignácio Pera d'Almeida, mas o documento foi expedido no dia 26 daquele mês. No dia primeiro de janeiro de 1866 a Irmandade de Nossa Senhora das Dores foi instalada, ela tinha por finalidade criar a Santa Casa de Misericórdia, pelos senhores: padre José Bento Ferreira de Mesquita, comendador José Esteves de Andrade Botelho, Francisco de Paula Alves de Azevedo, Firmino Antônio Salles, José da Costa Alves, José Joaquim dos Reis Villela, Francisco Azarias Queiroz Botelho, Silvestre Alves de Azevedo, Antônio José da Costa Pereira, José Antônio da Costa, Aureliano Villela de Andrade, Valeriano Euzébio de Faria e pelo então secretário Jacintho Pinto de Oliveira Novaes. Sua primeira Mesa Administrativa ficou assim constituída: provedor, major Joaquim Antônio Abreu; tesoureiro, comendador José Esteves de Andrade Botelho; secretário, Francisco do Couto e Silva; procurador, Dr. Francisco Azarias de Queiroz Botelho; conselheiros, vigário José Bento Ferreira de Mesquita, Dr. Joaquim Bueno Goulart Brum e Valeriano Euzébio de Faria.

No dia 30 de setembro de 1962 foi inaugurado um novo prédio da Santa Casa de Lavras, um projeto da arquiteta Mirza Horta de Carvalho, com uma área de quase 1,5 mil metros quadrados. Foi construído em dois pavimentos com rampa de acesso ao segundo piso. A então moderna construção ficou a cargo da construtora lavrense Soteco. A inauguração contou com a presença do então primeiro-ministro Tancredo de Almeida Neves, que veio acompanhado de sua esposa Risoleta Neves, que descerrou a placa com seu nome na entrada do pavilhão.

A inscrição em Latim "Noli Laetari Nisi Quum Benefeceris" foi reproduzida com letras de concreto armado neste então novo prédio inaugurado há quase 60 anos, em 1962.

Em 9 de fevereiro de 2019, foi iniciada a demolição de parte do prédio da Santa Casa para a construção de uma nova e moderna estrutura para, inclusive, receber o Centro Oncológico de Lavras. Na época, o Jornal de Lavras fez o seguinte registro. Clique no play para ver:

Em 26 de outubro deste ano de 2021, foi inaugurada a primeira etapa desta obra. Na ocasião, o Jornal de Lavras fez o seguinte registro, clique no play para ver:

Na nova estrutura física, que ainda será inaugurada por completo, a diretoria prometeu e cumpriu: recolocar na parede da Santa Casa a frase em Latim. Ontem as letras foram instaladas na nova estrutura, um prédio de dez andares e com equipamentos de última geração. Em respeito à história, na fachada do novo prédio agora conta a frase em latim "Noli Laetari Nisi Quum Benefeceris", traduzida por: "Não te alegres enquanto não tiveres praticado o bem".

Na ocasião, a direção da Santa Casa apresentou também a ata de fundação daquela instituição filantrópica, o documento foi restaurado.

Alguns dos nomes que deverão permanecer para sempre ligados a história da Santa Casa de Lavras: padre José Bento Ferreira de Mesquita, comendador José Esteves de Andrade Botelho, Padre Severo Malaquias, Paulo Menicucci, Tancredo de Almeidas Neves, Sylvio Menicucci, Dâmina Pereira, entre outros.

 

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

 

"Brincadeira" que poderia ter terminado em tragédia deixa moradores de Nepomuceno indignados - veja vídeo
Carreta "cebolão" tomba na BR-265, no perímetro urbano de Lavras
Arma furtada na zona rural de Lavras foi apreendida pela PM de Perdões
Lavrense será empossado na Academia Brasileira Rotária de Letras
Documentário produzido em Lavras está concorrendo no Festival Sarancine - assista e vote
Lavras poderá ganhar um campus do IFSULDEMINAS
Novo "lixão" começa a surgir em Lavras e já está até invadindo pista do anel viário - veja fotos
Um porco-espinho foi flagrado em rua da área central de Lavras - veja vídeo
Homem e mulher foram presos no Sul de Minas após divulgarem blitz em aplicativo de mensagem
Saúde enfrenta crise por falta de remédios básicos. Rede pública e privada de Lavras estão sendo afetadas

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras