Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Post: Jornalístico /


Publicada em: 11/08/2021 23:09 - Atualizada em: 12/08/2021 12:09
Pesquisadores de Lavras se reuniram com secretário de Estado de Saúde de MG
A reunião dos pesquisadores de Lavras com o secretário de Estado de Saúde, Fábio Bacheretti, foi agendada pelo deputado estadual Noraldino Júnior

José Cherem, Joziana Barçante e Victor Pylro, pesquisadores do NUPEB/UFLA (Núcleo de Pesquisa Biomédica).

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481

Os pesquisadores do Núcleo de Pesquisa Biomédica da Universidade Federal de Lavras (Nupeb/Ufla), José Cherem, Joziana Barçante e Victor Pylro, estiveram ontem, terça-feira, dia 10, na Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, reunidos com o secretário Fábio Bacheretti, propondo uma pesquisa de variantes para Lavras e outras regiões do Estado de Minas Gerais. Esta foi a segunda reunião na SES com esse objetivo. O Secretário demonstrou total interesse no projeto, devido à importância epidemiológica que o entendimento das variantes tem no enfrentamento nesse momento da pandemia.
A proposta dos pesquisadores é realizar um estudo para avaliação da aplicação de uma terceira dose de imunizante nos profissionais de saúde das unidades hospitalares, com uma vacina diferente daquela aplicada anteriormente, ou seja, avaliar o efeito da imunização heteróloga (duas vacinas diferentes). O objetivo é verificar se com essa vacinação ocorre um aumento da proteção nos profissionais que são comumente expostos ao vírus e têm que se reinfectado. Estudos semelhantes têm sido realizados em diversas partes do mundo e podem também servir de base para a terceira dose a ser ministrada na população brasileira.

Segundo os pesquisadores, essa imunização é chamada de heteróloga, porque faz uso de imunizantes diferentes. Pode ser feita, por exemplo, com uma dose a mais dos imunizantes Pfizer ou Janssen, para quem foi vacinado com CoronaVac/SinoVac, por exemplo.

Uma segunda pauta foi a proposta do grupo de sequenciar ao longo do restante do ano, mil amostras virais de pacientes das diversas regiões de Minas, visando principalmente à microrregião de Lavras, para identificar, nestas amostras, quais as variantes estão presentes.

É sabido que algumas variantes têm demonstrado um potencial de contágio cada vez mais acelerado, seu grau de gravidade tem sido objeto de acompanhamento dos sistemas vigilâncias em todos os países do mundo, escapes vacinais relacionados às variantes tem sido objeto de atenção e são denominadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) com Variantes de Atenção.

A preocupação dos pesquisadores do Nupeb/Ufla, José Cherem, Joziana Barçante e Victor Pylro, é também com o possível retorno das aulas nas diversas faculdades da cidade de Lavras, principalmente a Universidade Federal de Lavras (Ufla), com seus mais de 12 mil alunos de todos os locais do Brasil e também do exterior. A pesquisa de variantes pode ajudar na definição de inúmeras estratégias como identificação de grupos que estão sendo mais infectados e qual a vacina mais eficaz contra uma ou outra variante, atuando de maneira eficaz na mitigação ou na contenção de um surto de Covid-19.
 


José Cherem, Joziana Barçante, Fábio Bacheretti, Noraldino Júnior e Victor Pylro, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte


www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras