Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Post: Jornalístico /


Publicada em: 10/08/2021 12:55 - Atualizada em: 10/08/2021 15:52
Equipe Honda Racing de Rally, sob comando do lavrense Dário Júlio, vai disputar a 29ª edição do Sertões
Em busca do décimo título das motos, esquadrão vermelho reforça segurança com uso de colete air bag

Equipe Honda Racing, sob o comando do lavrense Dário Júlio

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481
   
 

Dona de nove títulos e maior vencedora entre as motos, a equipe Honda Racing de Rally começa nesta semana a jornada da 29ª edição do Sertões. Os pilotos Jean Azevedo, Gregorio Caselani, Bissinho Zavatti, Thiago Veloso e Tiago Wernersbach, sob o comando do chefe Dário Júlio, vão representar o time vermelho no desafio.

De 13 a 22 de agosto, a tradicional prova off-road terá largada na Praia da Pipa, em Tibau do Sul (RN), e chegada na Praia dos Carneiros, na cidade de Tamandaré (PE). 

O roteiro tem passagem por sete estados do Nordeste: Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará, Piauí, Bahia, Alagoas e Pernambuco. Ao todo, serão percorridos 3.548 quilômetros, sendo 2.180 de especiais (trechos cronometrados). Além do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, a disputa deste ano será válida pelo Campeonato Mundial de Rally Cross Country. 

Com isso, uma novidade e exigência que passa a ser adotada por toda a equipe Honda Racing é o uso do colete air bag. "Pelo regulamento da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), o equipamento de segurança é obrigatório para quem vai participar do Mundial, que é o caso do Jean Azevedo e Gregorio Caselani, ambos da categoria Moto1, e Bissinho Zavatti, da Moto 2. Os três vão acelerar a moto CRF 450RX.

Porém, todo o time Honda usará o colete, incluindo os representantes da categoria Brasil, Thiago Veloso e Tiago Wernersbach, com a CRF 250F", explica o chefe da equipe, Dário Júlio.

Para esta edição, a CRF 450RX que será utilizada é o novo modelo 2021. "É uma moto mais potente, mais fina, com chassi diferente, que além de deixá-la mais bonita facilita para o rali, modalidade que carrega diversos equipamentos. Por ela ser menor, facilita a pilotagem. Todos da equipe estão felizes com o trabalho de preparação", destaca Dário Júlio, que desde 2013 comanda o time.

Sete vezes campeão do Sertões na geral das motos, Jean Azevedo ressalta que será um rali diferente. "Pela primeira vez, a prova será realizada toda na região Nordeste. Serão dias mais curtos, porém mais intensos. As especiais serão mais técnicas, o que vai exigir mais dos equipamentos e dos pilotos. Estou bastante animado em busca do meu oitavo título na geral das motos e muito contente com a nova CRF 450RX. Sobre o colete air bag, é uma novidade que foi lançada no último Dakar. A Honda sempre preza bastante pela segurança dos pilotos", evidencia o piloto de 47 anos, natural de São José dos Campos (SP).

Dono do título da geral das motos em 2016, Gregorio Caselani, que não disputou a última edição devido a uma lesão, está animado para o retorno à competição. "A expectativa é boa. Venho de bons treinos e estou afiado. É a principal prova do nosso calendário. Teremos uma edição mais longa, com dias curtos, mas que precisará de muita cabeça para vencer. Será uma prova rápida e de ataque o tempo inteiro", espera o gaúcho de Caxias do Sul (RS), de 35 anos.

Atual campeão do Sertões na categoria Moto 2, Bissinho Zavatti se preparou bastante para essa disputa. "Vai ser uma prova dura, com bastante navegação e trecho travado. A etapa de Xique Xique (BA) promete ser uma das mais difíceis por causa das areias mais duras que vamos passar. Estou bem focado e em busca do melhor resultado. É o meu nono ano como piloto no Sertões e a cada edição eu vivo um novo sonho, ainda mais neste ano que será válido pelo Mundial", comenta o paulista de 36 anos, de Monte Alto.

Quem também chega ao Sertões 2021 defendendo título, só que da classe Brasil, é Thiago Veloso. Aos 37 anos, o mineiro de Três Pontas encara a sua segunda edição. "Ano passado fui pela primeira vez e foi tudo novidade. Neste ano será diferente, estou bem-preparado para aguentar esses nove dias. A moto está perfeita. Fizemos os últimos testes na semana passada. Vou em busca do bicampeonato, só que agora temos uma disputa interna bem boa", alerta Veloso.

Ele se refere ao novo integrante do time: Tiago Wernersbach. Aos 26 anos, o capixaba de Domingos Martins (ES) chegou à equipe Honda Racing neste ano e já tem se destacado nas provas da modalidade. Venceu o Rally Jalapão e o Rally RN 1500, válidos pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, na categoria Brasil, com a CRF 250F. "As preparações para o meu primeiro Sertões foram bem fortes, principalmente a parte física. Senti bastante nas primeiras provas que participei. Treinei bastante de moto, estou preparado e confiante. Vou tranquilo e com calma, porque vi que andei bem nas duas primeiras provas da temporada", diz o tricampeão brasileiro de Enduro na classe E4, destinada às motos de fabricação nacional.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras