Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


Post: Jornalístico /


Publicada em: 30/07/2021 21:52 - Atualizada em: 31/07/2021 15:08
Secretaria de Saúde admitiu que vacinou pessoas com primeira dose na quinta-feira, mas disse não se tratar de fura-fila
Mais uma vez a Secretaria Municipal de Saúde falta com a verdade e é mais uma vez exposta

Cartão de vacina que foi preenchido no PSF 17 na data de 29, quinta-feira e provou que a Secretaria Municipal de Saúde mais uma vez faltou com a verdade

.

 @jornaldelavras     @jornaldelavras   (35) 99925.5481

A redação do Jornal de Lavras questionou na manhã desta sexta-feira, dia 30, a Secretaria Municipal de Saúde sobre a denúncia de fura-fila na quinta-feira, dia 29, quando foi anunciado pela Prefeitura que seriam imunizados apenas aqueles que teriam direito a segunda dose.

Contradizendo o divulgado pela Prefeitura de que na quinta-feira haveria apenas imunização de segunda dose, o Programa do Gordinho, na Rádio Cultura, do jornalista Erlan Araújo, postou nas redes sociais do programa, um cartão de vacina com anotações de aplicação da primeira dose naquela data, quinta-feira. As anotações não correspondiam ao anúncio da Secretaria Municipal de Saúde e confirmavam que sim, havia tido aplicação de primeira dose naquele dia.

De acordo com a denúncia atribuída a uma funcionária do serviço de saúde, a primeira dose foi aplicada em alguns "escolhidos" e que estes  "escolhidos" não tiveram problemas com fila, visto que naquele dia, foram imunizadas apenas 420 pessoas.

No mesmo dia, a redação do Jornal de Lavras questionou a Secretaria Municipal de Saúde sobre a vacinação contra Covid em Lavras, os questionamentos foram: que faixa etária estava sendo imunizada nesta data; quem estava sendo imunizado e quem recebeu a primeira dose hoje [quinta-feira]? A resposta formal e escrita, através da assessoria de comunicação, foi de que "hoje [quinta-feira] está sendo feita a aplicação da segunda dose".

Diante da denúncia de da evidência, a redação do JL voltou a questionar a Secretaria Municipal de Saúde e recebeu a seguinte resposta na tarde de hoje: "o que aconteceu foi uma repescagem com algumas doses que sobraram do último lote recebido, pessoas dos grupos que já foram liberados, que ainda não havia sido imunizadas e que procuraram o PSF, foram imunizadas com essas doses. Portanto, quem recebeu a 1ª dose ontem (29/07) foi nessa situação, ninguém fora dos grupos já liberados, recebeu a dose".

A resposta abriu um precedente para que outras pessoas possam procurar os PSFs mesmo quando for anunciado que no dia serão imunizados apenas quem tem direito a segunda dose.

Além de abrir o precedente, colocou a Secretaria Municipal de Saúde mais uma vez numa situação de descrédito, visto que recentemente aquele órgão municipal declarou oficialmente que o Ministério Público havia proibido de divulgar para a imprensa a lista dos imunizados, no dia seguinte, o MP desmentiu oficialmente o secretário Hermógenes Vanelli.

Em outra situação mais recente, a Secretaria não teve como desmentir uma denúncia de uma servidora de que estava ocorrendo um atraso na divulgação para o Ministério da Saúde sobre o número de vacinados, isso estava atrasando a entrega do imunizante para Lavras. Na ocasião, a Secretaria desmentiu a denúncia, porém, caiu em contradição quando foi obrigada a concordar que tinham sido enviadas para o PSF 17 mais 5 funcionárias para poder atualizar o cadastro, que estava atrasado para ser enviado ao Ministério da Saúde.

www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 
 

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras